Archive for the 'Geral' Category

Estamos voltando

11 de maio de 2013

E logo.

Anúncios

A “grande mudança” da Folha

24 de maio de 2010

A decepção é sempre proporcional a expectativa. Pra mim este foi o maior e, ainda bem, um dos únicos erros visiveis da nova proposta gráfica e editorial da Folha de S. Paulo, agora unindo as operações da redação do jornal impresso com do noticiário online. O fato de não ter atingido muitas das expectativas não se deve apenas a uma incapacidade da empresa, já que os novos formatos jornalísticos são um desafio em todo o mundo, mas de ter prometido durante muito tempo este alvo tão distante.

Isto posto, seguem alguns links interessantes sobre os bastidores e a repercussão da reforma:

– O “Novo Em Folha”, blog acostumado a contar os bastidores de jornal, fez jus ao seu nome e foi literalmente atrás do que havia de novo naquela Folha: Chamou os editores dos cadernos e os coordenadores no novo projeto para comentar as mudanças.

– Foi encomendado a Spray Filmes, com direção de Fernando Grostein Andrade um documentário para registrar o momento. Assim surgiu o bem feito “Jornal do Futuro”.

– Morte ao texto mal escrito! O editorial de Sergio Dávila chegou a causar ira. Há um bocado de exagero, mas com uma boa dose de razão.

Freddie Mercury

24 de novembro de 2009

Há 18 anos atrás, o mundo perdia Freddie Mercury, sem dúvida uma das grandes vozes da nossa música e letrista de canções que serviram de trilha para momentos inesquecíveis.

Como este blog fala de mídia, a nossa homenagem fica por conta da campanha de 1989 (dois anos antes de sua morte) da rede britânica via satélite Sky, que tinha como tema a música “King Of Magic” do Queen:

A “faxmania” em 1990

4 de julho de 2009

Ainda na onda de revirar revistas antigas, vejam essa matéria da revista Cláudia em 1990, anunciando “A Era do Fax”. Mal sabiam os rumos que a comunicação tomaria a que ninguém chegaria a ver um fax colorido…

fax1

fax2

fax3

fax4

Globo X TV Diário

27 de fevereiro de 2009

Desde a meia-noite desta sexta-feira, o sinal da TV Diário está fora do ar nas parabólicas de todo o Brasil. Aparentemente a Rede Globo, que mantém contrato de afiliação com a empresa que é dona da TV Diário, a TV Verdes Mares, se mostrou descontente pelo fato dela estar ultrapassando seus limites de cobertura.

Independente de quem seja o mérito nessa briga, o certo é que a TV Diário fora do ar em rede nacional é uma perda do país como um todo. Significa mais um retrocesso no processo de difusão do mercado televisivo brasileiro, hoje totalmente concentrado no eixo Rio-São Paulo.

A rede de afiliadas da Globo é com certeza o maior e melhor parque técnico de radioteledifusão do país e isso gera um medo imenso na matriz, de que um dia elas cortem o cordão umbilical e deêm seu grito de independência. Daí vem os grandes laços políticos que unem várias afiliadas com a Rede Globo como a TV Bahia, propiedade do clã de Antônio Carlos Magalhães, só pra ficar em um exemplo.

Este com certeza será apenas o primeiro de muitos problemas que a Rede Globo vai enfrentar nesta matéria nos próximos anos. A TV TEM, por exemplo, afiliada que cobre quase 80% do estado de São Paulo, cada vez mais investe em transmissões próprias de jogos de futebol, noticiários matutinos e programas de variedades. É esperar pra ver os próximos rounds.

Show-pórter

21 de agosto de 2008

Não vou citar o nome da pessoa, mas presenciei uma entrevista coletiva onde cada repórter tinha direito a uma pergunta apenas. Um repórter esportivo gastou extamente um minuto e meio só aproveitando o tempo para elogiar certa pessoa. A pergunta em si levou apenas 5 segundos.

Porque essa ânsia de ser pedante que contamina o jornalismo esportivo?

Empostam voz, usam e abusam dos clichês, fazem pose. Ás vezes falta aquele princípio básico do jornalismo que a notícia deve ser a estrela, não o repórter. Não digo que isso só aconteça na área esportiva, mas com certeza é onde isso fica mais evidente.

Seria muito bom se os craques do microfone fizessem seu show apenas na hora do banho, e não numa coletiva de imprensa lotada e com hora pra acabar.